Desculpe, o site está em manutenção!

Acesse as minhas redes sociais e me acompanhe.

Entre esquerda e direta, estude!

Entre esquerda e direta, estude!

Entre esquerda e direta, estude!

Ouça esse post abaixo:

 

A turma dos que querem sangrar nossa bandeira nacional fica arrotando asneiras no ouvido de coitados. O primeiro abuso é dizer que a turma da esquerda é que cuida dos direitos humanos. Como assim? Prenderam mais pessoas que qualquer outro governo. Limparam o caixa da Petrobrás e de muitas outras empresas públicas descaradamente. Reduziram o número de leitos hospitalares e trouxeram para cá uma série de reféns cubanos de jaleco branco, simplesmente para pagar mesada à turma dos Castro.

Com essa turma que se diz “mui amiga”, alcançamos a maior taxa de homicídios por habitantes do planeta, a maior taxa de endividamento de famílias brasileiras, um número absurdo e crescente de moradores em situação de rua, e tantos outros disparates da esquerda que se diz socialista.

Então, com a licença de quem não tem preguiça de estudar ou o interesse de agir com má fé no compartilhamento de conteúdos, vamos entender alguns conceitos. Primeiro, a origem das palavras Direita e Esquerda se refere a maior ou menor intervenção econômica do Estado na vida das pessoas.

Na esquerda que se instalou, por exemplo, no Brasil, Bolívia e Venezuela, e ainda persiste em Cuba, temos que ser todos iguais em baixa renda e em baixo nível de escolaridade. Por aqui, as pessoas tem que se contentar com bolsas-família que vão de R$39,00 à R$195,00 mensais. E ainda, considerar que esse é o melhor governo do mundo. Tem lógica? Isso me lembra, em muito, o sorriso dos norte-coreanos quando passa Kim Jong-um, ou aquela síndrome de Estocolmo, quando os reféns precisam acreditar que gostam do sequestrador, para sobreviver.

Enquanto isso, os sequestradores contam com defesas de togados como Toffoli, Mendes e Lewandowski. E ai de quem reclamar. Sofre um processo gigantesco por danos morais. Só não sei contra a moral de quem…

Enfim, repetindo uma frase do sábio Antônio Ermínio de Moraes: “- Brasileiro não quer esmola, quer trabalho e renda.”. É por isso que sou direita.

karim