Concursos Públicos – Soraya Gervásio no programa Brasil das Gerais

Soraya Gervásio esteve presente no programa Brasil das Gerais, da Rede Minas, no dia 24/01/2011, que teve como tema “Concursos Públicos – A formação profissional e a carreira de quem pretende ingressar para o funcionalismo público.”

Parte 1:

Parte 2:

Parte 3:

5º Congresso de Gerenciamento de Projetos do PMI-MG em novembro de 2010

Já estão abertas as inscrições para o 5º Congresso de Gerenciamento de Projetos do PMI-MG. Como nos congressos anteriores, o evento contará com excelentes palestrantes nacionais e internacionais, garantindo assim a qualidade já conhecida dos congressos mineiros.

No dia 8/11 acontece o II Seminário para o Terceiro Setor e as famosas oficinas. Nos dias 9 e 10 de novembro o Congresso terá diversas palestras com assuntos atuais relacionados ao gerenciamento de projetos.

Soraya Gervásio é presença confirmada e será uma das palestrantes, abordando o tema: A Gestão de Si Mesmo para o Sucesso no Gerenciamento dos Projetos: Como Desenvolver Competências Essenciais para o Saudável Equilíbrio entre Sua Vida Pessoal e Profissional
Soraya Gervásio, MSc

Confira a programação no link:
http://www.pmimg.org.br/eventos/portugues/5-congresso/programa-o/

Aproveite o desconto para os filiados e faça a sua inscrição no link:
http://www.pmimg.org.br/eventos/portugues/5-congresso/inscricoes/

Participe!

Prós e contras do serviço público

Matéria publicada no jornal Estado de Minas, 8 de fevereiro de 2009.

Como em qualquer emprego, vantagens e desvantagens coexistem. Profissional deve avaliar o que espera do trabalho antes de decidir largar tudo e tentar um concurso.

Salas de cursinhos ficam repletas de estudantes, vários já empregados no setor privado, em busca de vaga na área pública.

Para a consultora Soraya Gervásio muitos acabam descobrindo uma maneira pró-ativa de construir o que desejam.

[singlepic id=49 w=320 h=240 float=left] [singlepic id=50 w=320 h=240]

Competências para garantir empregabilidade

Soraya Gervásio 10/10/2008

Esse é um momento muito especial para o Brasil. O país precisa crescer, mas não há ambiente para grandes investimentos. Haverá retração na economia especialmente por que o consumo mundial será reduzido, além dos aumentos de preços em função das alterações no valor do dólar e das maiores restrições na obtenção de crédito junto aos bancos e comércio em geral.

Nesse final de ano atenção especial será dada ao balanço e às projeções orçamentárias para 2009, com isso, haverá orientação para se obter um desempenho superior de cada profissional contratado. Essa pressão gera insegurança nas pessoas, alguns se paralisam e outros se preparam para vencer.
Trabalhar mais é impossível. A regra agora é trabalhar melhor.

Para otimizar o desempenho basicamente é necessário:
• Conhecer o perfil do cargo que você ocupa.
• Conhecer em profundidade suas competências (fortes, moderadas e fracas).
• Traçar um plano de melhoria profissional

Em geral as pessoas oferecem o melhor de si, mas isso não é suficiente para uma empresa. O que ela deseja é sua melhor competência, segundo os valores e necessidades dela. Exemplo: imagine um excelente cozinheiro especializado em carnes vermelhas, dificilmente será declarado “o competente” por um restaurante vegetariano. Isto quer dizer que antes de entregar todo o melhor de si, é importante saber o que esperam de você e então se esmerar em apresentar seu melhor desempenho. Competência só existe se for validada pelos seus clientes.

A chave da empregabilidade, portanto, é iniciada no entendimento do seu espaço ocupacional, ou seja, o que a empresa espera do seu cargo: principais atribuições, escolaridade e experiência desejáveis; bem como, características de personalidade prioritárias.

Para conhecer suas competências, potenciais e limitações o melhor caminho ainda é o coaching. Coaching é um programa de aconselhamento profissional que visa melhorar seu desenvolvimento profissional. Ele deve considerar:

1. A descrição estruturada do cargo que você ocupa ou pretende ocupar
2. Sua natureza vocacional enfocando as facilidades e dificuldades decorrentes
3. A identificação dos fatores que dificultam a boa gestão do seu tempo
4. Suas preferências administrativas do tipo: Planejar, Executar, Controlar ou Melhorar?
5. Suas características de personalidade e facilidades e dificuldades decorrentes de seu perfil.
6. O mapeamento das habilidades que compõem sua competência em gerenciar a si mesmo: como autodisciplina e auto-estima; na gestão dos processos como por exemplo: programação de tarefas e controle dos resultados; na gestão com pessoas como por exemplo sua habilidade de fazer-se entendido e trabalhar em equipe ou na gestão para resultados como por exemplo: sua negociação e persistência.

Um coaching bem feito deve ser conduzido por um coach que entende o mercado em que você (coachee) atua e, deve ser baseado em testes e inventários legitimados pelo Conselho Regional de Psicologia.

Para a construção de seu plano individual de melhoria profissional você deve considerar então:
• O padrão desejado para seu cargo (definido pela empresa)
• O conhecimento de seu perfil (mapeamento de competências)
• O Plano de Melhoria Profissional para desenvolver mais competências a fim de garantir sua empregabilidade e sucesso profissional e pessoal.

12